Filmes pra se ver depois de levar um fora

fevereiro 14, 2010 at 9:19 pm (Uncategorized)

Hitch é um filme bonitinho. Ele fala de um mundo onde sempre é primavera e gordinhos simpáticos saem com supermodelos. Só que esse mundo, bem, ele não existe. 500 Dias com Ela fala do outro mundo, com estações bem definidas e onde modelos e gordinhos não se conhecem.

Antigamente, em filmes desse tipo (desse tipo comédia romântica) é a mocinha que é fissurada em se apaixonar. Menos antigamente a donzela passou a ser fissurada em trabalhar, mas se não for atrapalhar a carreira ela tá afim de se apaixonar também. Em 500… a  senhorinha nem acredita nessas coisas, filha de pais divorciados, pra ela, “amor de filme” simplesmente não existe. Nesse caso é o cara do filme que quer muito se apaixonar.

E esse cara tinha tudo pra ser um saco, mas graças à atuação na medida de Joseph Gordon-Levitt, ele não é. O mulequinho de 10 Coisas que eu Odeio em Você conseguiu construir um personagem melancólico sem ser exatamente triste,  mas sempre exposto e vulnerável às coisas que acontecem durante os 500 dias que ele passa com Summer.

Summer, a menina por quem ele se apaixona é realmente apaixonante. O melhor jeito pra defini-la é esse: se você quisesse ficar com sei lá, Megan Fox e ela obviamente não quisesse ( eu conheço minha meia-dúzia de leitores e ela não ficaria com nenhum) não tem porque você querer continuar perto dela, mas se a Summer nao quiser, ser só amigo dela já tá ótimo (é sério).

Esse é o primeiro filme do diretor Marc Webb, que é o cara que vai passar a dirigir os novos filmes do Homem-Aranha (que aliás vai zerar a contagem, tipo o que aconteceu com Batman). Ele era (ou é, não sei) diretor de videoclips com historinha, tipo Ocean Avenue do Yellowcard. Talvez por isso o filme tenha um visual e montagem tão bacana (a história não é contada linearmente, vai do dia 143 ao 1 depois ao 23 etc.). A trilha é maravilhosa, (inclui The Smiths, uma música bem legal da cantora canadense Feist, Carla Bruni…) e encaixa perfeitamente com o filme.

No final ele não deixa a sensação de “já vi isso antes”, e mostra o quanto é difícil pra nossa geração, (bombardeada por cultura pop que por vezes nos faz achar que uma música vai tocar quando beijarmos a garota, que sempre vamos saber o que dizer e que a modelo e o gordinho vão terminar juntos), se apaixonar  saudavelmente.

Anúncios

7 Comentários

  1. João Paulo said,

    nunca me mande um link pra um texto q começa falando mal do hitch…

  2. João Paulo said,

    e deixa eu tomar o fora primeiro, po! q coisa…

  3. Nathi said,

    esse filme é uma gracinha! Eu achei lindinho demais, mas essa garota é uma chata!
    hehe! =)

  4. Carol said,

    O filme é muito bom, mas UP “Altas Aventuras” é muito melhor! hahaha

  5. João Paulo said,

    vi esse filme… O filme é bom, mas que droga! é realista demais.

  6. Vitor Silos said,

    fala matheus
    achei seu blog, legal cara, ainda não vi esse 500…mas ta gravado já, graças a blockbuster que muito me ama!rs
    o meu é o seguinte: http://www.volverumfilme.blogspot.com

    abração

  7. Nathi Moura said,

    Alice no País da Maravilhas é melhor! ah desculpa vcs ainda não puderam ver …haha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: